Não Existe Treino Específico Para Definição Muscular

Por Marcos Nadaf

Marcos, faz uma série para definir?

Quantas vezes já ouvi pedidos como este na sala de musculação! Algumas pessoas têm a errada ideia de que trabalhar com muitas repetições favorecerá à definição muscular, fato que jamais foi comprovado cientificamente.

Fazer 20, 30 ou 50 repetições em dado exercício não fará com que você tenha uma musculatura mais aparente em comparação à treinar em faixas mais convencionais, como 6 à 15 repetições.

Além disso, trabalhar com repetições muito altas favorece o aparecimento da L.E.R (Lesão por Esforço Repetitivo). O que fará com que você tenha uma musculatura mais “definida” não é o número de exercícios, séries e repetições, e sim um baixo percentual de gordura.

Imagine que o seu corpo é uma cama; A musculatura é o colchão; E a gordura é o cobertor. Se este cobertor for um lençol bem fino, você verá a forma do colchão, correto? E se você colocar um edredon, daqueles bem grossos, o que acontecerá? Você só verá volume, sem saber como é a forma do colchão.

Essa analogia é perfeita para que você entenda que se você tiver muita gordura acumulada, não verá o desenho da sua musculatura. Em contrapartida, quanto menos gordura seu corpo apresentar, mais aparente estarão seus músculos, mesmo que eles não sejam muito grandes.

camada-abdome

 

Apesar do tamanho da musculatura não ser um item prioritário para que se tenha uma boa definição muscular, é importante ressaltar que, quanto maior a musculatura mais visível ela será, para um mesmo percentual de gordura.

Sabedor disso, para se obter uma musculatura mais definida, recomendo que você trabalhe dentro das faixas normais de treino, objetivando hipertrofia, seja de forma discreta ou avançada, e foque, principalmente, no trabalho aeróbico. Outro fator de vital importância para este objetivo é respeitar, ao extremo, uma dieta bem controlada, de acordo com suas necessidades diárias.

CURTA NOSSA PÁGINA!

As informações foram úteis? Acompanhe-nos no Facebook, Instagram ou Twitter para receber as nossas atualizações!

Para críticas e elogios, use os comentários abaixo ou a nossa página de contato.

Você também pode inscrever o seu email, enviamos no máximo um email por semana, sem spam! Role até o final do site para se inscrever.

CRÉDITOS

Esse artigo foi escrito pelo Marcos Nadaf e foi aqui reproduzido com a devida permissão do mesmo. Convido você a conhecer a sua página no facebook, CLICANDO AQUI.[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row]

Deixe sua opinião