Musculação é muito mais que um simples “puxar ferro”

Prof. Eder lima

Quantas e quantas vezes já bati na mesma tecla alertando dos perigos de não se ter um treinamento total e completamente ajustado às suas necessidades imediatas?

Quando me refiro a estas, estou querendo dizer que todos…absolutamente todos nós (seja atleta ou não-atleta) apresentamos alterações e desvios musculoesqueléticos que com o passar do tempo certamente induzirão à uma lesão (podendo ser de maior ou menor grau).

O problema reside em algo básico; em como executamos determinados exercícios especialmente se foram selecionados de maneira aleatória.

Cada um de nós pode apresentar incoordenações naquilo que chamados de sequência ideal de ativações musculares.

Toda vez que  executamos certo exercício, caso eu não consiga mantê-lo dentro de uma perfeita sincronia e coordenação entre os diversos músculos e/ou grupos musculares envolvidos, isso inevitavelmente nos leva a desenvolver movimentos compensatórios.

Tais movimentos compensatórios são os principais agentes no desenvolvimento de inúmeras alterações em nossa biomecânica afetando negativamente todas as estruturas envolvidas.

Isto indubitavelmente mais cedo ou mais tarde dará “sinal de vida”, seja através de uma “simples tendinite” ou avançando na direção de desgastes articulares (que levarão anos para dar o “ar da graça” e quando derem pode ser tarde demais) e acredito que o pior de todos que seja arruinar a sua busca por um corpo esteticamente harmônico.

LEIA SOBRE A CONDROMALÁCIA PATELAR

Ora, mas a musculação deveria ser o seu principal aliado na aquisição/recuperação de seu corpo o mais esteticamente harmônico possível!!

E AGORA, O QUE FAZER?

Uma dica, para cada exercício existe apenas 1 postura básica inicial sendo esta que garantirá a máxima estabilidade necessária para que consigamos tirar o máximo estímulo que o exercício possa nos proporcionar.

Entretanto, quando observamos as alterações/incoordenações individuais esse mesmo exercício que tem que ser feito dentro da sequência ideal de ativações musculares pode ser executado dentro de pelo menos 5 padrões em relação à amplitude de movimento para que consigamos recuperar/prevenir os já existentes e/ou que novos “movimentos compensatórios” surjam.

O treinamento ideal é aquele em que se está constantemente voltado na recuperação/prevenção de todo e qualquer padrão de movimento alterado construindo assim uma base cada vez mais sólida tanto orgânica quanto musculoesquelética garantindo assim uma evolução mais segura e com o menor risco possível de se desenvolver alguma patologia induzida pelo movimento.

O mesmo exercício que conserta é também o mesmo que estraga se não aplicado de maneira correta!

Embora mais uma vez tenha que repetir que musculação não é fisioterapia!

Os que realmente sabem como fazer conseguem fazer uma seleção e combinação correta entre os exercícios que comporão o programa de treinamento, dentro do volume e intensidade mais adequando para aquele momento particular.

Infelizmente, algumas pessoas “se acham avançados” e acabam atropelando o processo por conta própria adicionando exercícios arruinando todo um planejamento evolutivo correto!

Pior ainda são “professores” que seja por desconhecer o como fazer ou ainda por se deixarem levar pelo imediatismo dos clientes e na tentativa de os “agradar” não tomam os devidos cuidados.

Resultado? Mais cedo ou mais tarde perdem o cliente!

Resumo da ópera

Se tiver que pecar, peque por excesso de zelo. Jamais pela falta deste! Afinal, é a integridade física de alguém que está em suas mãos!

CRÉDITOS

Esse artigo foi escrito pelo professor Éder Lima e foi aqui reproduzido com a permissão do mesmo. Convido você a conhecer a sua página no facebook, CLICANDO AQUI.

CURTA NOSSA PÁGINA!

As informações foram úteis? Acompanhe-nos no Facebook, Instagram ou Twitter para receber as nossas atualizações!

Para críticas e elogios, use os comentários abaixo ou a nossa página de contato.

Você também pode inscrever o seu email, enviamos no máximo um email por semana, sem spam! Role até o final do site para se inscrever.

Deixe sua opinião