Testosterona

A testosterona é hormônio mais falado quando se trata de musculação. Ela regula a libido, a energia, função imunológica, desenvolvimento muscular e a saúde dos ossos. Além de dar as características estéticas de homem, como voz grossa e pelos pelo corpo.

COMO A TESTOSTERONA É PRODUZIDA

Nos homens, as células de Leydig, localizadas nos testículos, produzem a testosterona a grande maioria da testosterona.

Nas mulheres, os ovários a testosterona, em uma quantidade muito menor.

Em ambos os sexos, as glândulas supra renais produzem testosterona, em quantidade menor.

A secreção de testosterona é controlada pelo GnRH, que é liberado pelo hipotálamo em pulsos. Esses pulsos estimulam a hipófise a secretar o LH. O LH que é responsável pela conversão enzimática do colesterol em testosterona, nas células de Leydig.

Pois é, para quem achou que o colesterol era apenas um vilão, ele é a base de todos nossos hormônios esteroides.

TESTOSTERONA E O SEXO

A quantidade de testosterona varia de pessoa para pessoa, porém, uma média para cada sexo é:

  • Homens: 230 – 1000 ng/dL
  • Mulheres: 28 – 80 ng/dL

EXERCICIO-LIBERACAO-TESTOSTERONA

EXERCÍCIO VS. TESTOSTERONA

O exercício pode estimular a liberação de testosterona a curto prazo. Porém, o tipo de exercício influencia muito. A musculação, quando feita com carga, aumenta muito mais a liberação de testosterona do que uma caminhada por exemplo. De fato, longos exercícios como corridas podem até diminuir a liberação da mesma.

Nas mulheres, esse aumento é muito pequeno, quando existente.

BAIXA TESTOSTERONA

Vários fatores podem suprimir a produção de testosterona:

  • Deficiência de vitaminas e minerais.
  • Baixa ingestão de gordura
  • Depressão
  • Uso de drogas
  • Overtreino
  • Estresse e ansiedade
  • Envelhecimento
  • Obesidade e outros distúrbios alimentícios
  • Uso excessivo de contraceptivos hormonais
  • Não dormir o suficiente

Algum dos sintomas de baixo nível de testosterona são:

  • Fadiga
  • Diminuição da força
  • Baixo desejo sexual
  • Perda de massa magra
  • Diminuição da densidade óssea – Osteoporose
  • Aumento da pressão arterial
  • Aumento do risco de doenças do coração
  • Diminuição do metabolismo basal

OSTEOPOROSE

EXCESSO DE TESTOSTERONA

A testosterona, quando injetada ou ingerida de forma descontrolada, pode levar à vários efeitos colaterais, como:

  • Casos sérios de Acne
  • Variações do humor
  • Calvície
  • Ginecomastia
  • Atrofia dos testículos
  • Aumento do risco de doenças do coração
  • Aumento da pressão sanguínea
  • Masculinização em mulheres.

 

CURTA NOSSA PÁGINA!

As informações foram úteis? Acompanhe-nos no Facebook, Instagram ou Twitter para receber as nossas atualizações!

Para críticas e elogios, use os comentários abaixo ou a nossa página de contato.

Você também pode inscrever o seu email, enviamos no máximo um email por semana, sem spam! Role até o final do site para se inscrever.


ATENÇÃO

As informações aqui contidas tem fins didáticos. Não estamos lhe prescrevendo um medicamento, suplemento e nem mesmo uma dieta. Para tal é necessário a consulta a um profissional da área, que analisará as suas necessidades específicas.

A nossa revista não tem o objetivo de substituir o trabalho de um médico, nutricionista, nutrólogo, personal trainer, educador físico, ou qualquer outro profissional. Pelo contrário, queremos trabalhar em conjunto, para lhe trazer o máximo de informações de qualidade.

É proibido por lei (Nº 9.610) a cópia parcial ou completa de nosso conteúdo. Possuímos ferramentas para averiguar tal ação e vamos tomar todas as medidas cabíveis caso alguém infrinja a lei. Caso encontre nosso conteúdo em outro site, denuncie! Obrigado.

Deixe sua opinião