Supino declinado

supino-declinado

EXECUÇÃO

Para executar o Supino Declinado:

  1. Deite-se em um banco declinado e faça uma pegada na barra com o dorso das mãos voltado para cima e com afastamento igual à distância entre os ombros.
  2. Abaixe lentamente o peso até tocar a parte inferior do tórax.
  3. Empure a barra diretamente para cima, até que ocorra extensão total dos cotovelos.

MÚSCULOS ENVOLVIDOS

Primário: Peitoral maior inferior

Secundários: Tríceps, deltóide anterior

PARA VER OS MÚSCULOS DO PEITORAL – CLIQUE AQUI

TRAJETÓRIA

O ângulo de declínio determina a trajetória. Com a inclinação do banco (cabeça mais para baixo) e com o declínio mais intenso, o enfoque se transfere progressivamente para áreas mais baixas do músculo peitoral.

O peitoral inferior será mobilizado mais efetivamente em um ângulo de declinação de 20 a 40 graus com o chão.

Ângulos de declinação mais abruptos transferem o enfoque do peito para o tríceps.

Abra bem os cotovelos durante o abaixamento da barra, para maximizar o isolamento dos peitorais.

Supino-declinado2

ESPAÇAMENTO DAS MÃOS

O espaçamento ideal das mãos é o igual à distância entre os ombros.

Pegadas mais abertas enfocam a seção externa do músculo, permitem maior alongamento e minimizam a contribuição do tríceps.

Uma pegada fechada (mãos mais próxima) enfoca os peitorais internos, exigindo maior trabalho do tríceps.

AMPLITUDE DE MOVIMENTO

Uma repetição mais curta, em que o movimento termina imediatamente antes do bloqueio dos cotovelos, mantém a tensão nos peitorais e reduz o grau de assistência do tríceps.

SUPINO DECLINADO COM HALTER

A execução do supino em um banco declinado com o uso de dois halteres permite aumento da amplitude de movimento durante o abaixamento dos pesos.

A barra pára ao tocar o tórax, enquanto os halteres podem ser abaixados ainda mais, proporcionando maior alongamento no final do levantamento.

Supino-declinado3

SUPINO DECLINADO NO APARELHO

A execução do supino com aparelho em um banco declinado, por exemplo, o aparelho de Smith (Barra guiada), permite mais estabilidade e segurança.

CURTA NOSSA PÁGINA!

As informações foram úteis? Acompanhe-nos no Facebook, Instagram ou Twitter para receber as nossas atualizações!

Para críticas e elogios, use os comentários abaixo ou a nossa página de contato.

Você também pode inscrever o seu email, enviamos no máximo um email por semana, sem spam! Role até o final do site para se inscrever.


CRÉDITOS

As imagens e informações aqui contidas foram retiradas, sob autorização, do livro ANATOMIA DA MUSCULACAO / EVANS, NICK.

O conteúdo aqui replicado tem fins didáticos. É proibida o uso de tais imagens e informações sem a autorização direta da diretora do livro. Para evitar tal fato, o selecionamento de texto está desativado, e as imagens protegidas por marca d´água e com qualidade reduzida.

Para ter acesso às imagens em sua forma original, compre o livro: ANATOMIA DA MUSCULACAO / EVANS, NICK.


ATENÇÃO

As informações aqui contidas tem fins didáticos. Não estamos lhe prescrevendo um medicamento, suplemento e nem mesmo uma dieta. Para tal é necessário a consulta a um profissional da área, que analisará as suas necessidades específicas.

A nossa revista não tem o objetivo de substituir o trabalho de um médico, nutricionista, nutrólogo, personal trainer, educador físico, ou qualquer outro profissional. Pelo contrário, queremos trabalhar em conjunto, para lhe trazer o máximo de informações de qualidade.

É proibido por lei (Nº 9.610) a cópia parcial ou completa de nosso conteúdo. Possuímos ferramentas para averiguar tal ação e vamos tomar todas as medidas cabíveis caso alguém infrinja a lei. Caso encontre nosso conteúdo em outro site, denuncie! Obrigado.

Deixe sua opinião