Efeitos colaterais dos anabolizantes

Coletânea de 3 artigos do Dr. Luciano de Castro sobre os efeitos colaterais dos Anabolizantes. Confira!

ANABOLIZANTES X BAIXA NA LIBIDO

 O uso de anabolizantes pode alterar o tesão ? Sim. Vamos entender como !!

As “bombas”, como se diz popularmente, são versões sintéticas dos hormônios esteróides anabólico-androgênicos, que fazem artificialmente o que os hormônios masculinos fazem de maneira natural e equilibrada em nosso corpo.

Eles são anabólicos porque aumentam a síntese protéica, a oxigenação ea produção de energia, e androgênicos porque influenciam as características sexuais masculinas tais como desejo e potência sexual, o aumento do pênis e dos testículos, mudanças na voz, crescimento de pêlos, a fertilidade (produção de espermatozóides).

A testosterona natural exerce as duas funções no nosso corpo: anabólico e androgênico. O anabolizante perfeito seria aquele altamente anabólico (favorece o crescimento muscular) e sem efeitos androgênicos (alterações sexuais). Se existisse ele não teria efeitos colaterais e seria completamente seguro. Mas isso NÃO EXISTE.

O que existe hoje em dia são moléculas sintéticas parecidas com a testosterona. Algumas mais anabólicas, outras menos. Claro que infelizmente quanto mais anabólico, via de regra, mais androgênico (e por consequência mais danoso ao organismo).

E quanto menos androgênico, mais seguro é o seu uso, pois vai apresentar menos efeitos colaterais. Ahh, os pró-hormonais têm a mesma capacidade. São anabolizantes também, só estão disfarçados em “suplementos” com nomes bacanas. Exemplo: M-Drol, Halovar, Dark Cyde…

Quando você ingere ou aplica algum medicamento desse tipo, o seu testículo para imediatamente de produzir testosterona.

Qualquer dosagem de qualquer preparado disponível no mercado hoje em dia é capaz de suprimir a produção natural imediatamente. A lógica do organismo é simples: “se já tem um nível alto no sangue, pra que eu vou produzir mais ??”.

IMPOTENCIA

Enquanto você está usando o hormônio sintético você não vai sentir falta do componente anabólico (afinal o medicamento que você está usando, feito pra ajudar a crescer músculos, supre essa parte). Com relação ao componente androgênico (o que controla características sexuais) temos duas situações distintas:
– Se o medicamento for muito androgênico, provável que você sinta um AUMENTO do tesão e do desempenho sexual. Mas não se esqueça, dado pelo medicamento, não é coisa natural do seu corpo, é um efeito colateral e será temporário. Junto costuma vir agressividade e irritabilidade.

– Se o medicamento que você está usando for pouco androgênico, provável que você sinta DIMINUIÇÃO do tesão e do desempenho sexual ainda durante o uso dele. Pois para ser um medicamento mais seguro a parte androgênica foi diminuída. Ele corta a produção da testosterona natural e não faz essa parte da função dela.

Pois bem, você passa as semanas que tinha programado com o uso do anabolizante, sentindo mais ou menos tesão do que o normal, dependendo do medicamento. Aí a concentração do medicamento vai começar a diminuir após o último dia que você usou.

Há os que duram poucas horas, e há os que duram até 4 meses no corpo. Quando a concentração do hormônio sintético que você usou cair abaixo no nível normal seu corpo vai perceber isso e dar uma ordem para que a produção natural seja reestabelecida.

O problema é que entre essa ordem ser dada e o nível do hormônio voltar ao normal, pode levar muito tempo. Algo como semanas ou MESES. Nesse tempo, você vai ter menos testosterona no seu corpo do que você tinha antes de tomar o anabolizante.

Quanto mais androgênico era o anabolizante, quanto mais alta foi a dose, quanto maior foi o tempo de uso, quanto mais vezes você se submeteu a esses ciclos, e quanto menos acertada for a sua dieta para fornecer os nutrientes necessários a produção hormonal, mais tempo vai levar.

Admite-se que a depressão e a letargia frequentemente relatadas ao se interromper o uso da droga, possam estar relacionadas com os baixos níveis de testosterona. Adeus tesão !!

Terapia pós-ciclo adianta ?? Para esse tipo de efeito colateral pode ajudar. Não há consenso, mas é uma tentativa válida.

E óbvio que para ter serventia ela precisa ser individualizada com base em detalhes de exame físico e laboratoriais, assim como a depender do medicamento usado, tempo de uso, doses, número de repetições, etc e tal.. Potanto não existe “fórmula pronta de pós-ciclo”. Em outro post abordo o tema com mais detalhes.

O Tribulus Terrestris ajuda no aumento do nível da testosterona. Leia mais sobre ele AQUI.

O objetivo desse post é esclarecer as dúvidas de muitas pessoas que me chegam por mensagem. Pra mim um dos grandes problemas no nosso meio é a DESINFORMAÇÃO. Não estou estimulando, recomendando e nem condenando o uso de nada.

Eles são medicamentos, e como tal tem suas indicações muito bem estabelecidas, e devem ser feitos somente em caráter individual, numa decisão que cabe ao médico diante de seu paciente.

Compreende porque o acompanhamento médico pode ser decisivo ?? Consulte seu médico para informações personalizadas. E não aceite tomar nada indicado por gente despreparada.

ANABOLIZANTES X QUEDA DE CABELO

 O uso de anabolizantes pode causar queda de cabelo ?? SIM. Como isso pode acontecer ?

 

CALVICIE

A calvície masculina (alopécia androgênica) é uma manifestação fisiológica que ocorre em indivíduos geneticamente predispostos levando a queda dos cabelos. É resultado da estimulação por hormônios masculinos que começam a ser produzidos na adolescência – a testosterona.

Ao se espalhar no organismo, principalmente na próstata, testículos, folículos capilares e glândulas adrenais, ela sofre a ação de uma enzima, a 5-alfa-redutase, e é transformada em diidrotestosterona (DHT) .

É a DHT que vai agir sobre os folículos pilosos promovendo a sua diminuição progressiva a cada ciclo de crescimento dos cabelos, que vão se tornando menores e mais finos. O resultado final deste processo de diminuição e afinamento dos fios de cabelo é a calvície.

A característica principal é a queda continuada dos cabelos com substituição por fios cada vez mais finos e menores até a interrupção do crescimento, levando à rarefação dos pelos e ao afastamento da linha de implantação para trás. Nem toda calvície se deve a este mecanismo.

Mas ele é o responsável pela calvície familiar masculina.A finasterida revolucionou o tratamento da alopécia androgênica, pois bloqueia a ação da enzima que dá origem à DHT. A medicação tem eficácia no controle da queda dos cabelos na grande maioria dos pacientes tratados. Quem sofre de calvície androgenética certamente já ouviu falar desse medicamento.

Pois bem, o que acontece quando se usa um esteróide anabolizante ? Se for a base de testosterona, ou um éster de testosterona, certamente em consequência aumenta também o DHT e a queda de cabelo em quem está sujeito a ela.

Quem toma finasterida está protegido do problema ? Não necessariamente, já que o aumento da testosterona pode suplantar a capacidade da sua dose de finasterida bloquear a conversão.

Detalhe: DHT é três vezes mais potente que a testosterona. Portanto bloqueá-lo sistemicamente pode diminuir e muito os ganhos esperados. E não bloqueá-lo pode acelerar a sua queda de cabelos. Você está disposto a trocar uma coisa pela outra !?!

Compreende porque o acompanhamento médico pode ser decisivo ?? Consulte seu médico para informações personalizadas. E não aceite tomar nada indicado por gente despreparada.

ANABOLIZANTES X GINECOMASTIA

 Ginecomastia é o crescimento de mamas de aspecto feminino em homens. A causa desse desenvolvimento é o aumento dos níveis de estrógeno (hormônio feminino) no organismo, e esse desequilíbrio pode ser desencadeado por várias situações, o mais comum para nós é o uso de alguns medicamentos.

GINECOMASTIA

Testosterona (hormônio masculino) e derivados podem provocar ginecomastia, pela aromatização. Aromatização é a conversão normal que acontece nos homens de parte da testosterona em hormônio feminino por uma enzima que se chama aromatase.

Isso acontece normalmente em todo homem. É saudável e necessário ao homem ter um pouco de hormônio feminino no corpo. Porém com o uso de doses muito altas da testosterona sintética (anabolizante), a quantidade de hormônio feminino que aparece também aumenta demais, aí sim causando a ginecomastia.

A solução para ginecomastia é via de regra a cirurgia. Por isso é importante entendê-la e saber EVITÁ-LA.

Um anabolizante pode ser testosterona sintética, ou alguma outra formulação química bem parecida com a testosterona, que imite parte das funções dela. Quanto mais próximas da testosterona, mais aromatizáveis as drogas são.

Os ésteres da testosterona, como por exemplo enantato, cipionato, propionato, nomes comerciais como Ciclo-6, Deposteron, Durateston, Testex, Testogard, Testoviron, Hemogenin e outros, facilmente provocam ginecomastia.

Já outras drogas, como por exemplo o Proviron e Oxandrolona, não são aromatizáveis. Algumas, como o Stanozolol (Winstrol, Stromba, Stanol, Stanazol, Winstrol-V) são muito pouco aromatizáveis, porém como as falsificações inundam o mercado, temos visto casos de ginecomastia em pacientes que disseram ter usado só Winstrol (provavelmente falsificação contendo éster de testosterona, que é bem mais barato de se fabricar no fundo de quintal).

Mas o uso desses medicamentos, além de controverso, também não é isento de efeitos colaterais. E eles tem regras: doses, tempo de uso e contra-indicações que exigem uma avaliação MÉDICA individualizada.

As informações aqui citadas são resumidas. Apenas para deixar claro que o problema é complexo e exige avaliação personalizada e séria. Os traficantes que vendem os anabolizantes às vezes sabem muito pouco ou sabem errado.

O uso indiscriminado de esteróides anabolizantes cresce longe dos médicos. As complicações e resultados desastrosos certamente irão crescer e há poucos médicos que tem intimidade com o problema para de fato saberem manejar essas complicações.

E nem pense em tomar algum medicamento para ganhar massa muscular e não se alimentar adequadamente para isso.

Desperdício de tempo, dinheiro e saúde. Se vai fazê-lo, que pelo menos coma e suplemente da maneira correta a potencializar seus ganhos. Consulte seu médico para informações personalizadas.

O MalhandoCerto.com é contra o uso de esteróides anabolizantes. As informações acima têm caráter informativo.

 

CRÉDITOS

Esse artigo foi escrito pelo Dr. Luciano de Castro e foi aqui reproduzido com a devida permissão do mesmo. Convido você a conhecer a sua página no facebook, CLICANDO AQUI.


CURTA NOSSA PÁGINA!

As informações foram úteis? Acompanhe-nos no Facebook, Instagram ou Twitter para receber as nossas atualizações!

Para críticas e elogios, use os comentários abaixo ou a nossa página de contato.

Você também pode inscrever o seu email, enviamos no máximo um email por semana, sem spam! Role até o final do site para se inscrever.

Deixe sua opinião